Rádio

domingo, 6 de março de 2016

Experiência de criação de página de Internet para divulgar informes sobre a Regulação Ambulatorial, Protocolos de Atendimento e oferta de vagas do Município de Guarulhos

Resumo
A partir da necessidade de organização e sistematização das inúmeras informações transmitidas periodicamente pela Central de Regulação Ambulatorial (CRA) de Guarulhos às equipes das unidades de saúde foi desenvolvida uma página na Internet em 2011 para que os Atendentes SUS, Gestores e demais profissionais pudessem ter rápido acesso a estes dados.
A implantação desta ferramenta agilizou a forma de divulgação de informes da CRA, permitiu interação entre as equipes de saúde, otimizando o trabalho dos Atendentes SUS e objetivando a redução de filas de espera por cadastramento ou agendamentos incorretos para os pacientes.
Palavras-chave: Regulação, tecnologia, organização do trabalho

Introdução
As Unidades Básicas de Saúde são responsáveis pelo encaminhamento e agendamento de todos os exames e consultas com especialistas solicitados para os pacientes residentes em seus territórios e, pela dimensão territorial, número de serviços executantes de média e alta complexidade e as constantes alterações das referências de atendimento especializado é necessária a sistematização e divulgação de grande volume de informação pela Central de Regulação Ambulatorial a todos os serviços do município.
Até o ano de 2011, a Gerência do Complexo Regulador de Guarulhos encaminhava por email os informes de criação e alteração de agendas dos profissionais dos ambulatórios de especialidades de referência para o município, alterações de equipes, protocolos e fluxogramas de encaminhamento. Estes informes gerados individualmente eram recebidos pelas unidades de saúde quase diariamente e precisavam ser direcionados aos Atendentes SUS para que pudessem modificar ou aprimorar o agendamento ou a solicitação de vaga para o regulador de forma satisfatória. Com o tempo, os profissionais precisavam organizar estas mensagens em pastas físicas e/ou digitais e sua consulta demandava tempo folheando grande número de páginas, prolongando o tempo atendimento ao usuário em caso de alguma dúvida. Também deve considerar-se a possibilidade de falha no recebimento das mensagens pela unidade por diversos motivos ou desorganização destas unidades ao trabalhar com estas informações.

Objetivos
Disponibilizar as informações prestadas pela Central de Regulação de forma sistematizada, com alcance a todos os profissionais responsáveis pelo agendamento de consultas e procedimentos das unidades de saúde em todo o município.
Criar e manter um banco de dados em plataforma digital com as informes produzidas pela CRA.
Possibilitar pesquisa rápida dos fluxos e protocolos de agendamento do município pelos recepcionistas e acompanhamento de suas atualizações e alterações.
Reduzir o tempo de espera do paciente por atendimento na recepção e dos agendamentos incorretos ou inclusão de informações incompletas nas solicitações de vagas reguladas inseridas no sistema SISREG.
Divulgação pelas unidades prestadoras de serviços oferecidos, suas especificidades, horário de funcionamento e outras informações necessárias aos munícipes.
Metodologia
A página da Internet teve primeira versão publicada em 24/08/2011, disponível no endereço (https://sites.google.com/site/regulacaoguarulhos/), com acesso irrestrito a seu conteúdo, contendo os textos dos emails encaminhados pela CRA desde 2010 publicados em formato de postagem.
Para organização de conteúdo, a página principal foi dividida:
·                    Menu lateral com link de acesso a todas as páginas e publicações dividido em seções. A seção de informes recentes no menu tem as publicações classificadas por ordem alfabética de especialidade e serviço para reduzir o tempo de busca pela informação;
·                    Quadro com cronograma de visualização de vagas abertas de primeira vez e retorno no sistema SISREG;
·                    Informações recentes: postagens classificados na tela principal por data, do mais recente para o mais antigo, de alteração de agendas, saída de profissionais das unidades prestadoras, alterações de equipes, fluxogramas de atendimento dos serviços e especialidades;
·                    Formulários: informativo sobre formulários existentes na rede e forma de preenchimento;
·                    Tabelas com códigos de procedimentos SIA-SUS para preenchimento dos formulários;
·                    Informes diversos;
·                    Documentos disponíveis para download: Protocolo Municipal de Regulação e portarias de regulamentação de programas ou fluxos;
·                    Lista de procedimentos regulados;
·                    Preparos de exames inseridos pelas unidades prestadoras no SISREG;
·                    Cadastro de unidades com endereço, telefones, emails, equipe de recepção, mapa e relação de linhas de transporte coletivo para chegar à unidade.
Para sua hospedagem, foi escolhida a plataforma Google, gratuita, além da escolha de layout simples para otimizar sua navegação visto que a rede de Internet das unidades de saúde é lenta e frequentes interrupções de serviço.
 A inclusão de novos informes ou suas atualizações eram realizadas ainda com a publicação dos textos encaminhados pela CRA por email à unidades de saúde ou solicitação de atualização pelas unidades prestadoras.
Resultados
            A página, realizada por iniciativa de profissional de unidade de saúde, foi divulgada inicialmente em reunião com Atendentes SUS da Região III e depois, pautada pelo Departamento de Regulação para apresentação para todo município em reunião com Atendentes SUS de janeiro de 2012.
            Em 2013 o Departamento de Informática e Telecomunicações da Prefeitura de Guarulhos desenvolveu plataforma própria para hospedagem e atualização da página da Regulação. A página foi publicada em outro endereço (http://regulacao.guarulhos.sp.gov.br), passou a ter acesso restrito por login e senha e a ser atualizada pela própria equipe do Complexo Regulador.

Conclusão
O desenvolvimento de ferramentas e tecnologias possibilita a articulação entre serviços de saúde visando o aprimoramento dos processos de trabalho. Destacamos que a ferramenta descrita neste trabalho mostrou-se eficiente em seus objetivos, sendo aprimorada e disponível até o presente.

Referências bibliográficas



Acesse aqui o

Nenhum comentário: