Rádio

sábado, 24 de março de 2007

BLM Quadrilha florestal

Polícia Federal prende uma quadrilha no Pará acusada de fraudar documentos florestais.
A quadrilha falsificava documentos fiscais que permitiam a exploração e o transporte de madeira.
// RODA VT //
* GC CIDADE: BELÉM
As investigações confirmaram o envolvimento de empresários, despachantes e funcionários públicos na fraude de documentos de origem florestal.
Vinte e cinco pessoas foram presas hoje.
Entre elas dois funcionários da Secretaria de Meio Ambiente do Pará.
São eles o meteorologista Newton Carlos Riker e o engenheiro florestal Ivan da Costa Lobato.
Seis funcionários do Ibama também foram detidos.
O delegado federal Fernando Sérgio de Castro explica o esquema.
// SONORA - DELEGADO //
* GC CRED2: FERNANDO SÉRGIO DE CASTRO
DELEGADO FEDERAL
O proprietário de uma madeireira já foi preso em outra operação contra crimes ambientais.
Mas ele nega envolvimento no caso.
// SONORA - EMPRESÁRIO //
* GC CRED2: ALOÍZIO TEÓFILO
EMPRESÁRIO DETIDO
A polícia apreendeu notas fiscais, disquetes e computadores na capital Belém e em mais seis cidades do interior do Pará.
Este material agora será periciado pela Polícia Federal e pode comprovar a fraude.

(24/03/2007)